Neo-Impressionismo
.

 
 

 

Mais técnico e menos
espontâneo

     O Neo-Impressionismo foi um desenvolvimento do Impressionismo e também uma reação a ele - que buscava fundamentalmente trabalhar com a cor e a luz a partir de conhecimentos científicos, como a ótica e as cores em progresso, baseados em autores como Eugène Chevreul e David Sutter e Charles Henry.

    Nesse ponto, diferencia-se, portanto do Impressionismo, mais baseado na espontaneidade.

     Os principais expoentes desse movimento francês expuseram, junto com os Impressionistas, na Exibição Final deste grupo, em 1886. O primeiro a utilizar-se dessa denominação foi o crítico Félix Fénéon.

O pontilhismo, ou
divisionismo

     O pontilhismo, ou divisionismo, como preferiam nomear uma das técnicas bases do movimento estudava a decomposição de cores naturais nos matizes (nuanças) que as compunham.

PONTILHISMO s.m. Pintura Técnica dos pintores neo-impressionistas, que consiste na decomposição dos tons, justapondo pequenas pinceladas sob a forma de pontos, em vez de fazer a mistura das cores na palheta. O mesmo que divisionismo e neo-impressionismo.

     A partir daí, esses matizes deveriam ser passados para a superfície onde a pintura seria realizada em seu estado mais puro ou primário, como pinceladas mínimas ou simples pontos.

     Deixavam para o observador das obras a função de reconstituir esses matizes, misturando-os visualmente.

     Esses pontos de cores em estado primário, quando observados numa distância calculada, deveriam apresentar o máximo de luminosidade, realidade de cores e brilho.

Rigor formal controla
as emoções

     Suas composições eram altamente formalizadas, com pinceladas calculadas para melhor atingir os efeitos cromáticos pretendidos e poses calculadas.

     Georges Seurat (1859-1891) é considerado o principal nome do movimento, deixando em sua curta vida, obras e princípios que iriam exercer grande influência sobre os movimentos modernistas do século XX. Artistas como Picasso e Braque foram impressionados pelos seus trabalhos.

VISITE O BLOG DA PITORESCO